quinta-feira, 31 de maio de 2018

Faça do seu Instagram uma máquina de geração de leads


Até recentemente, Instagram era uma rede de autocontida, bonita e que não permitia qualquer interação externa, com exceção de um link na bio. Com a introdução de anúncios, a situação mudou.

O receio que muitas marcas ainda têm de usar o Instagram para o marketing é a falta de conhecimento sobre a condução eficaz da plataforma na geração de leads. Veja alguns métodos comprovados que você deve aproveitar, sem receio:

Usar hashtags relevantes

Ainda há muita confusão sobre como empregar as hashtags eficazmente. Alguns decidem não usar hashtags, ou enchem cada imagem com 30 hashtags irrelevantes. Aqui está o segredo: considere as hashtags como palavras-chave. Tenha uma boa variedade e use apenas o suficiente para ser detectável.

Fazer linkagens corretas

Crie uma URL rastreável especialmente separada, utilizando ferramentas como Ow.lyou Bit.ly, ou Google URL Builder se você estiver trabalhando o Google Analytics. Dessa forma, você saberá exatamente quantas pessoas clicaram em sua URL. Se você construiu uma página de destino específica para o Instagram, isso pode te ajudar com analytics também.

Contar histórias com imagens

O Instagram tem uma narrativa totalmente visual criativa. Se você quer que as pessoas se convertam em clientes, conte uma história envolvente da sua marca por meio de imagens. O que você oferece? Qual o valor que você tem para seus seguidores? Que tipo de estilo de vida você apresenta? E assim por diante.

Não se coíbir das vendas ocasionais

Se você quiser vendas, vá atrás delas diretamente. Encante seus clientes, ocasionalmente, e crie uma venda especial exclusiva para o Instagram com um código promocional. Se você ainda não tentou os anúncios no Instagram, essa é a hora de você obter resultados surpreendentes relativamente investindo pouco.

Seja inteligente em suas táticas no Instagram, e os resultados virão.

Deixe um comentário com suas experiências em estratégias no Instagram.

Inscreva-se em nosso blog e fique por dentro de nossas novidades

Estamos constantemente produzindo conteúdo que pode ajudar na sua jornada empreendedora!

Quer mais dicas ?

Então continua essa leitura aqui:
Compartilhe:
Continue Lendo →

quarta-feira, 30 de maio de 2018

Por que contratar Gestão de Google Adwords?


Por que contratar Gestão de Adwords? é a 1a pergunta que recebemos quando explicamos que o Google Adwords é uma das estratégias mais eficientes de divulgação.

Precisando de destaque rápido para seu site no maior buscador do mundo?

O Google fornece seus anúncios como mecanismo de gerar tráfego.

Porém Adwords algumas vezes não apresenta o resultado esperado e isso acontece fatal e provavelmente devido a más configurações. Aqui vamos falar sobre
  • O que é Adwords;
  • Como funciona os resultados em destaque;
  • Por que contratar gestão de Adwords;
  • Empresa que trabalha com gestão de Adwords

O que é Google Adwords?

Google Adwords são os Links Patrocinados no Google. O que isso quer dizer?

Quando alguém faz uma busca no Google, tem acesso aos resultados orgânicos – ordenados de acordo com a relevância do site como qualidade, popularidade, relevância e autoridade – e resultados pagos -ou seja, patrocinados para estarem ali.

Como você certamente já deve ter imaginado, essas posições orgânicas estão longe de serem conquistadas do dia para a noite, mas sim são resultados de trabalhos contínuos visando posicionar o site como uma referência no assunto que está sendo pesquisado.

Resultados em Destaque

Nos destaques dos resultados do Google, temos os anunciantes, ou seja, sites que pagam por clique.

Entenda como funciona essa dinâmica:

Você é uma loja de lâmpadas no centro do Rj.
Umas das principais palavras chaves para o seu site é “comprar lâmpada centro rj” Vamos supor que esse termo custe R$ 1,00
Então se cadastra no Google, cria uma campanha e insere R$ 200,00 na sua conta
Se um internauta colocar a expressão “comprar lâmpada centro rj” na busca do Google, verá o site dessa loja nos destaques e, ao clicar no site, descontará R$ 1,00 do seu saldo.
Se você colocou R$ 200,00 e as palavras que escolheu custam R$ 1,00, logo você terá 200 cliques garantidos.

Essa nova forma de anunciar é uma das estratégias mais qualificadas porque você dá evidência para sua marca para quem está buscando por seu produto/serviço.

O potencial de conversão é altíssimo.

Por que Contratar uma Agência para Fazer a Gestão da minha Campanha no Adwords?

Por que ter um gestor de Adwords em vez de fazer isso por conta própria?

Os 2 principais motivos – aqueles que mais importam – são:

Tempo e Dinheiro!

Para configurar uma boa campanha, você precisará de expertise.

Precisará correr atrás das informações certas, entender como gerar a melhor performance para sua divulgação.

Além disso, buscará obter os melhores resultados com o valor investido.

Más configurações farão você perder dinheiro.

Provavelmente, perderá muito mais do que gastaria com um gestor.

É por causa de más escolhas, más configurações ou profissionais inexperientes que alguns usuários não acreditam no potencial do Adwords.

Palavras-chaves com resultados fracos, concorrências que desfavorecem ou associações que não tem relação com seu negócio geram muita perda de cliques.

Você acaba pagando por clique que não dá resultado.

Um analista monitora e tem o gabarito de anos realizando configurações para fazer com que seu dinheiro investido performe da melhor forma possível.

Se você quer um gestor para sua campanha no Google, ou um profissional para otimizar o seu site, conheça o nosso trabalho.

Empresa que trabalha com Gestão de Google Adwords

A Innova Comunicação e Marketing oferece soluções de marketing digital 

Você pode conhecer nossos planos e conversar com um dos nossos consultores também sobre essa e outras estratégias tais como:
Inscreva-se em nosso blog e fique por dentro de nossas novidades ?

Estamos constantemente produzindo conteúdo que pode ajudar na sua jornada empreendedora!

Quer mais dicas de como divulgar seu site?

Então continua essa leitura aqui:

Site pronto, como divulgar?
Compartilhe:
Continue Lendo →

terça-feira, 29 de maio de 2018

Contratar ou não uma agência de marketing digital?


Segundo pesquisas, em 2018, 92% das pequenas e médias empresas disseram que esperam gastar o mesmo tanto ou mais do que gastaram em publicidade online em 2017. E para tirar o máximo de proveito do seu investimento nesse mercado, é muito importante considerar a contratação de uma agência profissional.

Quer algumas boas razões para isso? Veja dois motivos convincentes que podem te ajudar a decidir:

Você não tem tempo suficiente?

Mesmo com todas as ferramentas de economia de tempo disponíveis, as horas do dia nunca parecem ser suficientes. Trabalhar em um pequeno negócio há sempre um milhão de coisas para fazer, e você tem que ser seletivo sobre onde você gasta o seu tempo. Você sabe que marketing digital é importante para o crescimento do seu negócio, mas outras coisas têm prioridade para você, certa?

O gerenciamento de campanhas de marketing digital pode facilmente demandar muitas horas do dia, e o compromisso de tempo só aumenta como seu orçamento se expande. Para proteger o seu investimento, faz muito sentido contratar uma empresa especialista que possa dedicar recursos e tempo para suas campanhas.

Não tem um conhecimento aprofundado?

Uma boa agência parceira não só mantém suas campanhas digitais com melhores resultados, ela também pode ajudar você a ficar no topo das tendências digitais. No ano passado, por exemplo, as buscas móveis ultrapassaram as desktop pela primeira vez. E por incrível que pareça, cerca de 67% das pequenas empresas não têm sequer um site móvel. Um especialista digital pode ajudá-lo a tirar proveito desta mudança no comportamento dos seus clientes, e ficar à frente da curva de marketing.

Se você quiser saber mais sobre como seu negócio pode usufruir de uma agência especializada, fale conosco!

Compartilhe:
Continue Lendo →

segunda-feira, 28 de maio de 2018

Alcance orgânico ainda existe, mas como conseguir ?


Claro, com a explosão de ferramentas de publicidade e as redes sociais cada vez mais criando formas pagas de os anunciantes exporem suas marcas, há uma luz no fim do túnel para o orgânico. Hoje, há muitas estratégias de marketing que podem trazer resultados orgânicos para a sua marca. Estas abaixo podem te ajudar a colocar ênfase no seu negócio da maneira mais importante: pelo que as pessoas que você está alvejando.

Crie networking

O networking é uma mentalidade e uma abordagem que prioriza pessoas ao invés de posições e empresas. Ao colocar as pessoas em primeiro lugar, você pode determinar quem é mais importante que você, e o que você pode fazer por eles. Depois, você pode comercializar o seu negócio para um público mais amplo de uma maneira menos óbvia, e mais eficaz. Junte-se a isso. Comece a utilizar toda e qualquer oportunidade que traz para você contato com novas pessoas.

Tenha uma parceria

Construção de uma parceria pode comercializar o seu negócio para a base de clientes de outra empresa, e vice-versa. Isso funciona muito bem para as empresas locais, uma vez que promove um senso de unidade e de apoio dentro da comunidade. As pessoas são extremamente receptivas às recomendações que vêm de empresas que já confiam e tiveram experiências positivas com elas, e você pode usar isso a seu favor através de uma parceria.

Construa um blog

Ajude as pessoas a aprender sobre o que eles querem. Por exemplo, se você é uma padaria, compartilhe algumas receitas fáceis, ou ofereça dicas sobre alimentos para vegetarianos. Ao fornecer uma utilidade real, você cria uma relação que estabelece o seu negócio como uma autoridade no assunto.

Conte nos comentários: como anda os resultados orgânicos da sua empresa?

E então, gostou das dicas? Deixe um comentário.
Compartilhe:
Continue Lendo →

domingo, 27 de maio de 2018

Os comentários (mesmo os negativos) são importantes para o negócio


Como você lida com os comentários dos seus conteúdos? Tanto positivos quanto negativos, como você os responde? Se você ainda não parou para se preocupar com isso, é importante entender que eles podem ser a chave para conquistar novos clientes.

Ignorar os comentários negativos, por exemplo, pode deixar uma má impressão no seu negócio. Quando um cliente potencial faz uma pesquisa sobre a sua empresa, certamente vai ver comentários em algum momento durante a sua pesquisa online. E muitas pessoas vão digitar o nome da empresa e a palavra “comentários” na barra de pesquisa do Google para ver o que surge. Faça isso para o seu negócio e teste sua reputação com seus clientes, e responda os que não tiverem resposta, para mostrar aos potenciais que você se preocupa com a opinião do cliente.

Ao verificar opiniões sobre o seu negócio, você pode se surpreender ao ver um elogio maravilhoso, uma pequena reclamação ou um comentário que estimula você a fazer uma mudança na forma como você faz negócios. Considere comentários como parte fundamental do seu sucesso, e abrace-os em vez de tentar se esconder deles. Lembre-se, estes comentários não vão embora.

Muitos profissionais aconselham as empresas a esconder as más avaliações e incentivar amigos, familiares ou outras pessoas a escrever comentários maravilhosos depois. Mas isso pode sair pela culatra e, de modo geral, os consumidores podem saber quando um comentário parece bom demais para ser verdade.

Usando o comentário negativo como uma oportunidade para transformar um cliente insatisfeito em um cliente que confia em você. Continue confiante no seu negócio, e ofereça aos reclamões oportunidades de corrigir situações negativas de uma maneira profissional e empresarial, permanecendo fiel aos seus valores da empresa.

Quer saber outras estratégias para sua empresa sair na frente? Fale conosco!

E então, gostou das dicas? Deixe um comentário.
Compartilhe:
Continue Lendo →

sábado, 26 de maio de 2018

Seu público não responde o seu e-mail? Entenda o por quê


Algumas pessoas são realmente rudes, mas isso não é desculpara para seus e-mails não estarem sendo respondidos. Não há desculpa para isso. Mas, a verdadeira razão, por que mais pessoas não estejam respondendo aos seus e-mails, é que você simplesmente não está se esforçando o suficiente. Com um pouco de esforço você pode fazer coisas muito, muito melhores. Veja algumas maneiras:

Pessoalidade nos e-mails

Não basta dizer “Olá” ou copiar todos em uma mensagem de Outlook. Se você não se preocupa com o destinatário, como quer que eles se preocupem com você? E pelo amor de Deus, verifique o seu trabalho. Não envie um e-mail endereçado “Caro Rafael” quando o nome verdadeiro é Pedro.

Cuidado com e-mails irrelevantes

Você deve segmentar seu banco de dados em vários bancos de dados e enviar vários e-mails a essas listas de pessoas onde a informação é relevante. Ter uma lista de 100 pessoas que estão interessadas em seus e-mails é muito, muito melhor do que ter uma lista de 1.000 pessoas, onde 900 pessoas não estão interessadas.

Linhas de assunto pouco atraentes

O que tem no e-mail? É direcionado ao leitor? Por que ele deveria perder 1 minuto lendo este conteúdo? Os leitores precisam de motivação! Dê a motivação que eles precisam para ler e responder o e-mail, começando pela linha de assunto.

Prolixidade

Ninguém gosta de receber e-mails não solicitados, especialmente se for uma promoção de vendas para um produto. Mas, se feito da maneira certa, um e-mail de vendas pode funcionar. Então aqui está a regra: Mantenha-o curto. Muito curto. Como cinco frases curtas. Uma introdução no início. Um apelo à ação no final. E três razões no meio sobre o porquê o seu produto ou serviço pode ajudar quem está lendo.

Quer saber mais dicas importantes para melhorar suas estratégias de e-mail marketing? Continue acompanhando o blog da Innova Comunicação e marketing

E então, gostou das dicas? Deixe um comentário.
Compartilhe:
Continue Lendo →

sexta-feira, 25 de maio de 2018

Apoios das mídias sociais para seu novo e-commerce


Graças à Internet, os empresários podem agora fazer mais para o seu negócio do que nunca. Claro, as lojas físicas ainda têm o seu lugar no mundo do empreendedorismo, mas muitas pessoas estão agora construindo e-commerce incrivelmente bem-sucedidos para atender às novas formas de compra dos consumidores.

E se você tem a ideia de montar um e-commerce para o seu negócio, e está cheio de paixão para colocar tudo para funcionar o mais rápido possível, separamos quatro formas importantes de trabalhar as mídias sociais para você começar com o pé direito no mundo digital.

1. Trabalhe anúncios no Facebook

Pouco mais de um bilhão de pessoas estão no Facebook a cada dia. Não importa o nicho específico da sua marca, as chances são altas que os compradores que você está procurando não estão apenas comprando para Facebook, mas eles estão fazendo isso com muita regularidade previsível. Utilize os anúncios para alcançá-los de de forma específica e efetiva, e levá-las ao seu site ou ofertas.

2. Leve ao influenciador de marketing

Não há como negar o fato de que a mídia social torna as pessoas mais conectadas do que nunca. Devido a isso, os potenciais consumidores já não precisam primeiramente procurar as empresas para obterem informações sobre produtos ou serviços. Em vez disso, eles fazem algo muito mais agradável – comunicar com colegas consumidores. Estar envolvido em comunidades sociais permite você não só divulgar o lado social da sua marca que pode se converter em vendas, mas também estar por dentro do que as pessoas estão falando e aproveitar isso ao seu favor, para aprimorar seus serviços e produtos.

3. Experimente o Snapchat

O Snapchat não é para todas as empresas de comércio eletrônico, mas se o seu público-alvo situa-se entre as idades de 18 e 34, você deve considerar a plataforma. Com mais de 100 milhões de usuários ativos diários responsáveis por quase 400 milhões de pressões por dia, a base de usuários é ativa e empenhada.

4. Faça do Instagram um foco real

O Instagram, junto com o Facebook, são vistos como os líderes da esfera social. Assim, qualquer que seja sua estratégia social para alavancar seu e-commerce, pode ter a certeza de que o Instagram deve estar na lista para trabalhar o lado pessoal e visual do seu negócio.

Independentemente das ferramentas usadas para garantir que o seu mais novo e-commerce seja um sucesso completo, aprecie o processo e tenha orgulho do seu trabalho. No final, você vai ser feliz com os resultados.

E então, gostou das dicas? Deixe um comentário.
Compartilhe:
Continue Lendo →

quinta-feira, 24 de maio de 2018

Você sabe o que é coworking?


Imagine um escritório em que quase ninguém se conhece e trabalham em empresas de diferentes segmentos. Isso é o coworking, um local destinado para novos empreendedores que estão começando um negócio e para economizar nos gastos dividem o espaço com outras empresas. O local também é procurado para pessoas que estão em busca de networking ou querem investir em novos negócios.

Para alugar um escritório de coworking é preciso escolher um tipo de plano, geralmente as empresas que prestam esses serviços oferecem diversos tipos de programas com preços e funções variadas. Os planos são bem flexíveis, o valor é cobrado por hora, mas também é possível fechar um preço mensal. Os serviços básicos oferecidos são de internet, fax, impressão/scanner, ramal telefônico, sala de reunião, cadeiras ergonômicas e endereço para correspondência. Mas cada escritório de coworking trabalha com diferentes tipos de serviços, alguns contam com salas privativas, espaços para descanso, lounges e até sala com vídeo games para a hora do descanso, alguns dizem que essa é uma das melhores maneiras de fazer brainstorm, já que a pessoa fica longe do estresse do trabalho.

No Brasil o coworking já tem bastante procura, principalmente nas principais capitais do país. Em uma rápida procura pelo google é possível encontrar escritórios a partir de R$ 39 por hora, mas há planos que chegam a R$ 1.500 por mês, tudo vai depender do quanto o empreendedor quer gastar e do que ele precisa para realizar o trabalho.

Os designs dos escritórios de coworking também são bem variados e procuram atender todo o tipo de pessoa, alguns apostam em estilos mais informais, bem coloridos e despojados, mas também há ambientes formais, com decorações clean em forma de um escritório comum.

O coworking é bem funcional para pessoas que fazem home office, algumas tem problemas com produtividade, por isso precisam estar em um ambiente de trabalho para ter um bom desempenho. Outros precisam de um espaço mais formal e confortável para receber clientes e realizar reuniões, alguns procuram esses escritórios apenas para interagir com outros empreendedores, procurar novos investimentos e participar de eventos. Os espaços de coworking também são uma boa opção para os autônomos e empreendedores que estão iniciando uma startup e ainda não tem uma previsão de quantas pessoas ou qual espaço precisarão nos primeiros meses.

Apesar dos benefícios que o coworking oferece, não são todos que conseguem se adaptar nesse ambiente, alguns sentem dificuldades em trabalhar em um espaço com diferentes tipos de pessoas e culturas, o problema neste caso é que a própria empresa pode ficar sem uma identidade, já que não há uma cultura a ser seguida, o que pode ser prejudicial no futuro. Outro ponto que pode ser negativo é justamente o fato da interatividade com outras empresas, o lugar pode ser um pouco barulhento por causa das proximidades das mesas, ou pessoas que costumam falar alto, isso pode atrapalhar o foco dos seus funcionários e a produtividade pode não render tanto. Apesar desses pontos negativos, o coworking é uma boa solução para quem está em busca de sucesso profissional gastando menos.

E você? Tens interesse em trabalhar em coworking? Acesse esse link e conheça nosso parceiro Rex coworking

E então, gostou do artigo? Deixe um comentário.
Compartilhe:
Continue Lendo →

quinta-feira, 17 de maio de 2018

Qual tipo de conteúdo que mais engaja no Facebook?


Quando falamos de mídias sociais logo vem à tona a palavra engajamento. É essa palavra que acompanha todo o ambiente social e norteia todas as ações de marcas no posicionamento online.

Mas o que será que gera mais engajamento no público do Facebook?
Em uma pesquisa recente a Track Social analisou mais de 8 mil posts da BMW, Coca-Cola, Disney, Facebook, Heineken, McDonald’s, Nike, Starbucks, YouTube, entre outras mais de 100 marcas mundialmente reconhecidas e com forte presença online.
A pesquisa mostrou que o tipo de post que mais gera engajamento no Facebook são os posts com imagens.

Além disso, os resultados também revelaram que as marcas preferem compartilhar fotos e links, mais do que qualquer outro tipo de conteúdo, e que as pessoas preferem comentar fotos e status publicados.

Por que a maioria das empresas ainda postam no formato que menos gera engajamento?

O tipo de post mais utilizado pelas empresas é o Link. Por que? Essa é uma boa pergunta, já que é o formato que menos gera interação e isso pode ser decisivo. Uma possível resposta é falta de conhecimento sobre o funcionamento do EdgeRank, algoritmo utilizado pelo Facebook para determinar a visibilidade de cada postagem. Traduzindo: de acordo com esse algoritmo o Facebook define se o post vai ser ou não exibido na timeline de cada pessoa, fazendo com que muitos posts não sejam ao menos exibidos aos fãs de determinadas páginas.

Observe que tipos de postagens as grandes marcas e portais estão utilizando

Se o post não apresenta um alto grau de engajamento, logo o EdgeRank o classifica como pouco relevante e portanto não o exibe para 100% dos curtidores, podendo minimizar a exposição de seu conteúdo e consequentemente seu alcance.

Confira na maioria das fan pages de grandes marcas e grandes veículos, as postagens quase sempre fazem uso das imagens e aplicam o link no texto superior à imagem.

No entanto, como sempre falamos por aqui, é importante que você, que possui sua Fan Page ou atende diversos clientes, sempre observe como seus fãs reagem a cada post, onde e porque comentam ou curtem mais e, dessa forma, adapte o seu conteúdo para que ele fique cada vez mais relevante para o seu público.

As informações das pesquisas ajudam muito sempre, mas nada funciona tão bem quanto você mesmo conhecer o seu público e tratá-lo como único e especial. Invista seu tempo nisso! ;)

E então, gostou das dicas? Deixe um comentário.
Compartilhe:
Continue Lendo →

quarta-feira, 16 de maio de 2018

Check list para uma campanha de social media de sucesso


A execução de sua campanha de mídia social precisa de passar por alguns passos e táticas importantes antes de ser colocadas em prática. Se você não configurá-la de forma adequada, o potencial da sua campanha será baixo. Antes de começar a postar qualquer coisa na mídia social, certifique-se de cuidar destes pré-requisitos, seguindo-os como se fosse um check list:

Conheça os seus objetivos e metas

Este é o passo mais importante do processo. Seu objetivo geral pode ser “sucesso” com o marketing de mídia social, mas o que “sucesso” realmente significa? Será que significa mais tráfego? Mais curtidas ou seguidores? Consciência maior de marca? Além disso, como é que você vai chegar lá? Qual demografia você está alvejando? Como você está querendo recorrer a elas? Quais plataformas você vai usar?

Confirme responsabilidades

Quem na sua empresa é responsável pela gestão das suas campanhas? Pelo que, exatamente, eles são responsáveis? É alguém que vai se encarregar de publicar novos conteúdos e responder às mensagens recebidas? Você deve fazer isso antes de começar para estabelecer as responsabilidades.

Estabeleça oportunidades de conversão em todo o site

Não importa quão grande o seu público de mídia social seja, o valor real vai ser pessoas clicando no seu site e convertendo, mesmo que isso signifique se juntar a sua lista de e-mail ou a comprar produtos e/ou serviços. Assim, antes de postar qualquer coisa, você deve revisar o seu site para ter certeza que é totalmente otimizado para conversões de clientes.

Otimize os perfis

Finalmente, certifique-se de preencher completamente seus perfis de redes sociais com informações sobre sua empresa. Isso inclui o preenchimento de todas as formas oferecidas por cada plataforma respectiva, e upload de imagens para os seus perfis. Isso vai otimizar seus perfis para motores de busca, então eles vão aparecer para pesquisas relevantes (especialmente as de marca), mas mais importante: servirá como a primeira impressão que a maioria de seus novos seguidores terão da sua marca.

E então, gostou das dicas? Deixe um comentário.
Compartilhe:
Continue Lendo →

terça-feira, 15 de maio de 2018

O que é? E o que você precisa saber sobre CTA

Investir tempo e recursos no aumento da conversão pode trazer um enorme impacto em seu negócio. E o melhor é que você pode aumentar as vendas sem aumentar os custos de obtenção de clientes.

Mas você sabe quais recursos são importantes aqui? Um dos primeiros deve ser uma ligação efetiva à ação (Call To Action). E quando você se prontifica a criar um CTA eficaz, há cinco estratégias que ajudam a desenvolver um forte CTA.

Veja quais são:

Garanta um apelo à ação altamente visível

Se você estiver usando e-mail ou site, o seu apelo à ação tem de ser altamente visível. Isso pode ser feito de várias maneiras: usando uma cor alternativa e, ao redor do botão CTA, colocar um espaço em branco e posicioná-lo na frente e no centro. Uma técnica popular em sites é produzir um botão flutuante CTA que rola para cima e para baixo, assim está sempre à vista.

Escolha uma única chamada à ação

Algumas pessoas pensam que ter um bom CTA é bom, mas incorporar dois ou mais é ainda melhor. Na realidade, mais que uma chamada à ação pode confundir o seu público. Então, pense sobre a única coisa que você gostaria que seu público fizesse – este é o seu CTA.

Use palavras simples que comuniquem claramente a ação

Palavras como “clique” e “registre-se” não deixam dúvida quanto ao que você gostaria que seu público fizesse. Se o CTA usa um canal digital, construa-o em botões, em vez de hiperlinks, porque as pessoas são condicionadas a clicar em botões.

Incute um senso de urgência

Combine palavras como “agora” e “hoje” com ofertas por tempo limitado. Um CTA que inculta urgência vai seduzir o seu público a agir agora.

Projete um caminho de conversão curto, simples e consistente

Cada passo adicional em seu caminho de conversão vai resultar em você perder uma porcentagem de seu público. Se o CTA envolve uma chamada telefônica, tente limitar o número de opções de menu que seu interlocutor deve navegar para falar com uma pessoa. Se o CTA envolve clicar em um e-mail ou link do site, quanto menos cliques, melhor.

E então, gostou das dicas? Deixe um comentário.
Compartilhe:
Continue Lendo →

segunda-feira, 14 de maio de 2018

As melhores práticas para sustentar o crescimento do seu e-commerce


As empresas de e-commerce que estão em crescimento enfrentam regularmente três desafios comuns que podem ser aliviados com os recursos adequados. Aqui está o que qualquer negócio novo no mundo online pode fazer para sustentar seu crescimento rápido:

Trabalhar no negócio, não apenas para ele

Ter um negócio online é não parar nunca. Os clientes podem comprar online 24 horas durante 7 dias por semana. E eles esperam que o transporte rápido e o bom atendimento ao cliente sejam atendidos a qualquer hora. É difícil se manter com as demandas diárias de gestão de uma empresa. Mas você pode elaborar sua lista diária de afazeres e demandar o que for preciso para outros da equipe de profissionais. Ao permitir que um parceiro se concentre nos passos estratégicos, o empresário tem tempo para trabalhar no grande dia a dia das operações da empresa.

Encontrar um bom estrategista

Um estrategista pode aconselhar sobre os funcionários, nova marca, determinados produtos que você pode desejar trabalhar e uma série de outras decisões que você enfrenta todos os dias. Enquanto você pode sentir confiante de que pode tomar todas essas decisões sozinho, ter um estrategista garante que melhores práticas sejam aprendidas por meio da experiência e uma segunda opinião.

Afastar-se da empresa para fazer um bom trabalho

Trabalho duro demais pode afetar qualquer profissional, mas os empresários que trabalham constantemente para manter seus negócios à tona são especialmente vulneráveis. Suas operações vão começar a crescer, muitos dos processos vão mudar, etc. E isso significa que é necessário mais tempo para garantir que até mesmo a mais simples das tarefas seja cumprida.

Tire um tempo para colocar os sistemas no lugar, que permitem que você faça uma pausa. Torne mais fácil para si mesmo tirar um fim de semana de folga, desligue-se e centre a sua visão no negócio. Isso permite que você veja o seu negócio a partir de uma nova perspectiva e também ver como ele funciona sem você.

Espero que esse artigo venha lhe ajudar no crescimento do seu e-commerc

E então, gostou das dicas? Deixe um comentário.
Compartilhe:
Continue Lendo →

domingo, 13 de maio de 2018

Planejamento de Marketing Digital para Pequenas empresas


Nesse artigo vamos explorar o porquê o empreendedor deve entender o conceito de Planejamento de Marketing Digital e como aplicá-lo na prática em sua empresa.

Vamos ser bem honestos. A vida de empreendedor não é fácil. Além de desenvolver o produto ou serviço, se preocupar com as vendas, lidar com pessoas, zelar pela área financeira, recolher impostos, estar atento aos concorrentes, às tendências de mercado e ainda ter que cuidar do marketing não é nada simples. Ainda mais para o pequeno empreendedor.

Por conta de todas essas atividades é muito comum que esse empreendedor possua algumas atividades no Marketing Digital, embora sem um planejamento adequado capaz de orientar todo o processo. É o famoso “apaga incêndio”. O empreendedor sabe que precisa fazer a lição de casa: Ter um site funcional e atraente, aparecer no Google para suas principais palavras-chave, estar nas mídias sociais, dentre outras atividades. No entanto, a verdade é que, raramente, ele consegue contar um planejamento de marketing digital consistente que irá orientar todas as atividades nessa área. Vemos isso acontecer todos os dias.

E, quais são as principais consequências dessa atitude?

Em nossa experiência está muito claro que o empreendedor que não se preocupa em realizar um Planejamento de Marketing Digital acaba subaproveitando oportunidades no mercado. Na prática, isso significa que a empresa poderia estar vendendo mais, se relacionando com novos clientes, aumentando sua equipe, se expandindo para novos mercados, etc. Poderia, mas não está.

Um dos principais benefícios de um Planejamento de Marketing Digital é exigir que os profissionais da empresa (e os parceiros que a apoiam, se for o caso) reflitam e criem estratégias para o crescimento do negócio, seja ele em termos de crescimento de leads, venda de produtos, aumenta da receita de publicidade, etc. Esse exercício, por si só, já é muito poderoso e enriquecedor, pois geralmente traz novos insights e novas abordagens para resolução de problemas e exploração de novas oportunidades.

Estrutura Básica de um Planejamento de Marketing Digital

A estrutura básica de um Planejamento de ações de Marketing digital consiste basicamente em três grandes etapas, sendo que a primeira delas se trata da realização de um diagnóstico da situação atual da empresa. E o que isso quer dizer? Quer dizer que precisamos entender como está configurado o nosso funil de vendas e suas taxas de conversão.

1 – Funil de Vendas

O funil de vendas é um conceito muito simples de ser entendido. Vamos imaginar uma empresa de serviços. Nesse caso, identificamos 4 etapas no funil, sendo elas: Visitantes | Leads | Oportunidades | Clientes

Chamamos de funil justamente pelo fato de que os usuários vão diminuindo ao longo do caminho. Temos muitos visitantes que geram alguns leads, que, por sua vez, geram algumas oportunidades e, por fim, poucos clientes (comparados à primeira etapa do funil).

Com um funil estabelecido, é possível saber suas taxas de conversão (em percentual) em cada uma das etapas. Ou seja, de todos os usuários que visitaram meu site, quantos se tornaram leads? E, de todos os leads gerados, quantos se tornaram uma oportunidade de negócio? E, das oportunidades, quantos se tornaram clientes?

Entender esses números do funil de vendas é fundamental para que você tenha uma fotografia atual de seu negócio e de onde deseja chegar. Só assim será possível traçar novas metas de crescimento, caso contrário, tudo fica muito difícil de prever e acabam-se desenhando cenários hipotéticos, muitas vezes difíceis de serem atingidos.

E se você não mede esses números? Então é hora de rever seus processos e começar a medi-los já, para que nos próximos meses consiga ter uma visão geral de seu funil de vendas.

2 – Objetivos

Depois de conhecer os números de seu funil, vamos à etapa de traçar objetivos. Você precisa estabelecer um objetivo que seja desafiador e, ao mesmo tempo, factível de ser atingido. De nada adianta traçar objetivos irrealistas que só servirão para desmotivar sua equipe. Mas como chegar nesse objetivo? Sem o conhecimento do funil de vendas e um histórico confiável fica realmente difícil chegar nesse objetivo. No entanto, quando temos um funil que funciona e tem taxas relativamente previsíveis ao longo do tempo, conseguimos projetar um crescimento que seja desafiador aos níveis atuais da empresa sem que sejam irreais.

E o que é um objetivo para minha empresa?

Se sua empresa for uma empresa de serviços, assim como a maioria que atendemos aqui na Innova comnicação e Marketing, um dos seus principais objetivos com certeza será gerar leads qualificados para o seu negócio. Se a sua empresa estiver em estágio inicial, o seu objetivo será começar a gerar leads e se o negócio estiver num estágio mais avançado, o objetivo estará relacionado a otimização na forma como esses leads são atraídos em todas as suas etapas do funil.

3 – Plano de Ação e Cronograma de Implementação

Depois de definido ONDE a empresa deseja chegar, nessa etapa vamos definir o COMO.
Nessa etapa é importante definir quais as atividades e projetos serão desenvolvidos, o orçamento que será alocado, responsáveis e prazo de implementação. Nada muito complicado, na verdade, a ideia é que seja muito simples. Quem faz o que, até quando, com que verba. Um software gratuito que pode lhe ajudar aqui é o Asana. Trata-se de um gerenciador de projetos bem simples em que você pode elaborar seu planejamento junto à sua equipe.

Se sua empresa já está mais madura em relação ao Marketing Digital e implementa ações de Inbound Marketing, por exemplo, nessa etapa você e sua equipe devem definir como aumentar o número de leads qualificados por tipo de Persona da empresa. Que novos materiais irão criar para cada uma delas? Quais os fluxos de nutrição deverão ser criados? Que tipos de novos conteúdos no Blog? E assim por diante.

O objetivo é que, ao final de todas as etapas planejadas, você tenha um cronograma com todas as ações, responsáveis e prazos de implementação e que será compartilhado com toda a equipe. Mesmo que sua equipe seja reduzida, a famosa “euquipe”, será de grande importância seguir todas essas etapas para organizar a implementação das ações.

Prazo de um Planejamento

Pela nossa experiência e pela própria natureza desse mercado não faz sentido criar planejamentos maiores que 18 meses. Isso porque é difícil prever como estará o mercado após esse tempo (em termos tecnológicos, de novas plataformas, concorrência, etc). Geralmente criamos um plano de 12 meses para clientes. Esse é um período que consideramos ideal em que é possível executar um planejamento para atingir resultados consistentes.

Métricas e Correções de Rota

Uma observação importante: Não quer dizer que você e sua equipe criou um planejamento de 12 meses que somente irão monitorar os resultados no final do último mês. É muito importante que vocês verifiquem periodicamente(mensalmente ou, no máximo, trimestralmente) como está o andamento do Planejamento de Marketing Digital traçado. Isso porque é comum que ocorram mudanças durante o percurso não previstas inicialmente. Algumas adaptações podem ser necessárias em termos de prazos, investimento e prioridades. Por isso, é sempre importante manter um olhar atento ao Planejamento várias vezes ao ano.

E você? Como tem tratado o Planejamento de Marketing Digital na sua empresa? Tem se preocupado com isso ou somente tem “apagado incêndios” ultimamente?

Espero que esse artigo tenha lhe ajudado a refletir sobre isso.

E então, gostou das dicas? Deixe um comentário.
Compartilhe:
Continue Lendo →

sábado, 12 de maio de 2018

Os principais vilões do Marketing Digital


Um desafio comum para toda empresa é quando seus profissionais de marketing se veem na incumbência de executar o planejamento de Marketing Digital. Uma coisa é planejar. A outra (beeem diferente) é executar.

Alguns dos principais desafios giram em torno dos seguintes itens:
  • Tempo
  • Dinheiro
  • Conhecimento
  • Tecnologia
  • Pessoas
Não é fácil reunir todos esses ativos e organizá-los a fim de que possam gerar os resultados esperados. Apesar de todos eles terem uma importância fundamental para o sucesso de uma estratégia, nesse artigo vamos nos concentrar somente nos dois primeiros itens: Tempo e Dinheiro

Não tenho Tempo

Com exceção das grandes empresas, muitas outras empresas tem departamentos de marketing muito enxutos em que é comum um profissional desempenhar múltiplas funções. Não é incomum encontrar empresas onde o único profissional de marketing (ou os poucos profissionais) é responsável pela organização de eventos, pela produção de materiais institucionais, pelo endomarketing, pela estratégia de produto e também por toda a estratégia de marketing digital.

Sabemos que na “loucura do dia a dia” com tantas atividades acontecendo a execução de um Planejamento de Marketing Digital é afetada de maneira negativa pela falta de tempo de se dedicar exclusivamente ao projeto. Isto acontece todos os dias, não estamos inventando. Atendemos empresas e profissionais com esses problemas rotineiramente.

No entanto, a falta de tempo não pode ser uma justificativa para o fato da não implementação de uma estratégia de Marketing Digital para a empresa. O investimento de tempo numa execução de um Planejamento de Marketing Digital no presente fará você e sua equipe economizar muito tempo no futuro. Como?

Pense que você irá trabalhar para construir um ativo que será uma ferramenta fundamental à área de vendas. Por meio de diversas estratégias, o objetivo será sempre maximizar o ROI dos investimentos fazendo com que esses resultados possam ser replicados e ampliados de maneira razoavelmente previsível, por meio de uma estrutura automatizada de marketing. Isso fará com que você e sua equipe sejam os responsáveis pela criação dessa nova forma de entender o marketing digital e serão reconhecidos dentro da empesa.

É claro que tudo isso não acontece da noite para o dia, mas a execução sistemática de um planejamento de marketing digital bem pensado pode trazer excelentes resultados já à curto prazo para empresas que ainda pouco investiram na área.

Outra questão importante é descentralizar as atribuições de marketing digital. Imagine a produção de conteúdo para o Blog, por exemplo. Você pode envolver várias pessoas de diferentes áreas de sua empresa nessa função. Isso, além de contribuir para o aumento de tempo para a equipe de marketing, trará as experiências de outras pessoas de áreas distintas para falar sobre um tema específico tratado no Blog ou site da empresa. É claro que nem todos conseguirão atender à essa demanda, mas vemos na prática que muitas pessoas gostam e contribuem voluntariamente quando lhes é dado essa oportunidade.

Por fim, uma questão em que cada vez mais empresas estão investindo é na contratação de um parceiro especializado que irá oferecer todo o suporte na execução de um planejamento de marketing digital. Temos visto muito isso ultimamente aqui na Innova Comunicação e Marketing. As empresas, por falta de tempo de seus profissionais, optam por contar com uma outra empresa especializada que irá somar esforços com o objetivo de atingir os resultados desejados.

Esse parceiro terá o papel de um consultor em que irá planejar, treinar a equipe do cliente e por em prática a execução de um planejamento de marketing digital em busca das metas traçadas.

Não tenho dinheiro

Talvez pior que a falta de tempo seja o desafio da falta de dinheiro nas empresas. Muitas delas sabem que necessitam investir mais em Marketing Digital mas esbarram no problema da falta de investimento. Na maior parte das vezes vemos que essa justificativa também não se sustenta. Investir num domínio, num Blog e em contas de redes sociais não exigem grandes investimentos, apenas a criação de conteúdo (que pode esbarrar na falta de tempo, que já vimos acima).

Outro bom argumento que pode jogar por terra essa justificativa é o fato de que as mídias digitais possibilitaram algo único para os negócios que até há alguns anos não existia:
  • Segmentação refinada (você pode atingir o público que lhe interessa, evitando dispersão)
  • Mensuração em tempo real (análise do retorno do investimento)
  • Possibilidade de corrigir a rota (Tentativa e Erro, seguida de correção)
  • Investimentos relativamente baixos (se comparados às mídias tradicionais)

Todos esses pontos na verdade fizeram as empresas economizar dinheiro. Nas mídias tradicionais como rádio, TV, jornais e revistas você não tinha essas características ao anunciar.

Outro ponto muito importante: A questão do ROI (Retorno sobre o Investimento). Algumas empresas que atendemos tinham um ROI bastante positivo (geralmente empresas de serviços). Para cada R$ 1,00 de investimento, retornávamos R$ 6,00 a R$ 7,00 em vendas. Vamos pegar um exemplo real: Chamaremos de empresa ABC. Na empresa ABC, uma empresa de serviços, tínhamos um ROI de aproximadamente 600% (para cada 1 real investido, retornávamos 6 reais em vendas). Verificamos com o cliente todos os custos envolvidos em suas transações e vimos que ele tinha uma margem final de cerca de 12%.

Esse cliente queria diminuir seus investimentos pois considerava um valor alto para o negócio dele. No entanto, mostramos esses números a ele (por meio de um histórico de resultados) e sugerimos exatamente o contrário: que ele investisse mais. À contragosto ele aceitou e o resultado final foi mais faturamento, mantendo as margens de lucro, o que gerou um lucro absoluto maior mês a mês.

Conclusão

Não importa qual seja seu principal problema hoje (tempo ou dinheiro). Na realidade do mercado atual, não há como justificar o não fortalecimento de suas estratégias de marketing digital e sabemos que a construção desse ativo será fundamental para a sobrevivência de muitos negócios nos próximos anos. Esperamos que esse artigo lhe ajude e refletir profundamente sobre suas estratégias de marketing digital e sua empresa está fazendo um bom trabalho nesse sentido.

E então, gostou ? Deixe um comentário.
Compartilhe:
Continue Lendo →

sexta-feira, 11 de maio de 2018

Como criar um planejamento de marketing digital?


Você sabe como criar um planejamento de marketing digital e a importância deste fator para seu negócio? No contexto atual, uma empresa que não investe em marketing digital pode estar fadada ao insucesso. Porém, mesmo aquelas que investem nesta estratégia de marketing ainda podem pecar ao não adotar uma estratégia coordenada, mas sim de forma isolada, perdendo assim a chance de usufruir de uma potencialidade gigante de captar novos clientes, fidelização e crescimento.

Daí a importância de criar um planejamento de marketing digital que leve em conta todo o seu viés e suas variadas possibilidades. Mas como trabalhar de maneira coerente e plena, construindo um planejamento de marketing digital mais completo? Veja como nas dicas a seguir.

Tenha em mente até onde sua empresa pretende chegar

A melhor forma de estabelecer a meta a se atingir é por meio de um planejamento anual. Este fator irá certamente facilitar a criação de cronogramas, prioridades, objetivos e tarefas a se executar. Desta maneira você conseguirá direcionar todas as tarefas necessárias para alcançara meta definida.

Além disso, é por meio deste planejamento que você identifica onde sua empresa está situada atualmente dentro do mercado, bem como os pontos que necessitam de maiores cuidados, quais as deficiências e as soluções para supri-las.

Questione e analise os dados obtidos

Para executar um planejamento de marketing digital eficaz, é preciso fazer balanços mensais ou trimestrais, por exemplo, fazendo a análise deste período e questionando os resultados obtidos, conferindo o que deu certo ou não, para assim, direcionar as ações de marketing mais indicadas para o progresso da empresa.

Para tanto, tenha em mãos dados como número de visitantes mensais, se as promoções em banners em mídias pagas como o Google tiveram resultados satisfatórios, fluxo de vendas, entre outros fatores.

Conhecimento de mercado

Um plano de marketing digital bem definido necessita de conhecimento de mercado. Sendo assim, obtenha o máximo de informações relevantes acerca do nicho em que seu negócio está inserido. Este conhecimento poderá se configurar no diferencial que destacará sua empresa no setor.

Monitore a realização das ações de marketing digital de sua empresa

Acompanhar de perto as ações de marketing digital da empresa permite que você tenha maior controle sobre as métricas, possibilitando assim um diagnóstico mais preciso e ainda a constante revisão deste resultado.

Com um monitoramento diário, semanal e mensal, é possível analisar o impacto das métricas em todo o processo do marketing da empresa, obtendo assim subterfúgios mais precisos que possibilitam alcançar os resultados almejados.

Defina quais projetos são prioridades

O planejamento de marketing digital deve se pautar constantemente na análise dos dados e resultados. Desta forma, avalie quais projetos rendem mais retorno e invista neles, dando a eles prioridade.

Muitas vezes há ótimas ideias em campo, porém, o projeto necessita ser lapidado e de uma adaptação para que alcance métricas mais positivas. Avalie, reformule e analise esta possibilidade.

O que foi planejado e o que foi conquistado

Com os dados atuais em mãos, procure compará-los em relação ao que se planejou. É natural que algumas respostas no contexto atual sejam diferentes daquelas de quando se iniciou a ação de marketing digital.

Se for necessário, reformule e adapte o planejamento à realidade atual, perceba os erros e evite que eles voltem a ocorrer. Estabeleça os prazos a serem respeitados na execução das tarefas de marketing, com cronogramas bem definidos.

A Innova Comunicação e Marketing possui a mais completa estrutura para lhe ajudar no planejamento de marketing digital, fazendo um estudo aprofundado da sua empresa e todas as esferas envolvidas no sucesso destas ações, como perfil do consumidor, microambiente, diagnóstico e prognóstico, objetivos e estratégias, bem como a viabilidade financeira e um efetivo plano de ações implementado dentro do cronograma.

Compartilhe:
Continue Lendo →

quinta-feira, 10 de maio de 2018

Siga essas dicas infalíveis para melhorar suas estratégias no LinkedIn


Existem algumas dicas importantes que podem te ajudar a melhorar as suas estratégias no LinkedIn. Estas abaixo são fundamentais. Confira:

Conheça a sua marca

Ninguém vai comprar de você, se você não tem uma marca. Você tem que se perguntar: “Eu quero ser conhecido pelo quê?” Se você fizer 10 coisas diferentes, ninguém vai saber o que você faz melhor. Você deve deixar as pessoas saberem no que você é realmente bom se você quer que eles comprem de você.

Desenvolva a sua história

Se você tem uma história, por que não compartilhá-la no seu perfil do LinkedIn? Sua história deve ser cativante. Se as pessoas não estão se perguntando sobre quem você é e o que você faz, seu perfil tem uma história.

Use o telefone

Se você é um vendedor, é melhor você usar o seu telefone.

Escreva artigos

Se você não sabe como escrever, vá compartilhe artigos de outras pessoas. Quando as pessoas veem os seus perfis, siga elas. E se você não está fazendo isso, você não leva a sério a realização de negócios e criação oportunidades para si e para os outros.

Trabalhe regularmente

Você deve investir uma hora por dia no LinkedIn. As pessoas querem lidar com as pessoas. E quando você encontrar pessoas pessoalmente, diga a elas para lhe adicionar no LinkedIn. Estenda a mão, tanto quanto possível e peça ajuda. Não basta ver os perfis de outros e dizer algo agradável. As pessoas precisam de você. Seja ativo!

As pessoas que estão procurando por você são as mesmas pessoas que estão olhando para você. O LinkedIn nos dá a capacidade de alavancar a nós mesmos e as nossas marcas e conhecer novas pessoas todos os dias de todo o mundo. Se você quer rentabilizar a sua experiência no LinkedIn, encontre uma maneira de dar às pessoas o valor de forma mais confiável e você vai ganhar mais influência do que nunca.

Gostou do artigo? Compartilhe suas experiências nos comentários.
Compartilhe:
Continue Lendo →

quarta-feira, 9 de maio de 2018

Desculpas que acabam com seu negócio: Falta de Tempo e Dinheiro


Já vou lhe avisar, querido leitor: esse é um texto duro. E é direcionado principalmente ao pequeno empreendedor.

Sempre fui partidário da frase: “Quem quer mesmo, arruma um jeito. Quem não quer, arruma uma desculpa”. Uma frase dura, não é mesmo?

Sabemos que o empreendedor é uma pessoa de coragem. Investir num negócio próprio é estar disposto a correr riscos e trabalhar muito duro em busca de uma oportunidade, um sonho. É enfrentar a burocracia, os juros abusivos, a altíssima carga tributária brasileira, a falta de capacitação do trabalhador, dentre muitos outros desafios que somente pessoas com alta capacidade de resiliência são capazes de suportar.

Sabendo dessa realidade seria compreensível entender que a falta de tempo e de dinheiro podem ser justificativas reais de um empreendedor para não investir ou, no mínimo, procrastinar ao investir no crescimento de seu negócio. E, uma dessas vertentes de crescimento, sem dúvidas passa pelo investimento em atividades relacionadas ao Marketing Digital.

No entanto, estou aqui justamente para lhe dar um “tapa na cara”, no bom sentido. Se você, como empreendedor, sente que falta tempo e dinheiro para investir em Marketing Digital e outras atividades essenciais que você sabe que farão seu negócio crescer, com certeza você está focando sua energia e seu tempo de maneira errada. Talvez você esteja se preocupando com atividades urgentes de seu dia a dia e deixando as atividades importantes de lado.

É muito fácil para o pequeno empreendedor se envolver em atividades cotidianas mais operacionais. É claro que no começo isso vai acontecer sempre. Mas, como empreendedor, você deve saber que precisa sair desse círculo vicioso o mais rápido possível, investindo seu tempo cada vez mais em atividades estratégicas, que farão seu negócio crescer e prosperar.

Em nossa experiência atuando com pequenos empreendedores dos mais variados tipos de negócio, sabemos que a falta de tempo e dinheiro são os dois motivos mais comuns utilizados para o adiamento ou o investimento tímido em ações de Marketing Digital. A principal consequência disso é que esses pequenos empreendedores acabam subaproveitando oportunidades no mercado.

Nunca neglicencie o potencial do Marketing Digital

Muitos empreendedores, pela desculpa da falta de tempo, não vão atrás do conhecimento e do entendimento de como uma estratégia de marketing digital bem desenvolvida pode trazer um potencial imenso de resultados para sua empresa. É claro que, muitas vezes, esse empreendedor não conseguirá, ele mesmo, implementar as estratégias e táticas de marketing digital, mas pode contratar alguém (interno ou externo) que irá apoiá-lo nesse desenvolvimento. E tudo isso pode custar muito menos a ele no longo prazo (em termos de tempo e dinheiro) do que se não investisse nisso. Pode acreditar.

Muitas ações de marketing digital não exigem grandes somas de investimento, ao contrário do que acontecia com mídias tradicionais. É possível começar pequeno e ir aumentando o orçamento aos poucos. É possível ter seu domínio, seu blog, suas redes sociais investindo-se quase nada em termos financeiros. É claro que precisará ter conteúdo para isso, além de outras estratégias para captação de novos clientes, mas o que quero deixar claro nesse artigo é que falta de tempo e dinheiro não são desculpas para ficar imobilizado.

Não fique refém das desculpas, elas vão matar você. E seu negócio.


Por isso, querido leitor, quero que pense duas vezes antes de falar sobre como o tempo e dinheiro tem impedido você de fazer com que seu negócio cresça e se desenvolva. Pense em como você tem utilizado seu tempo, pois o mau uso dele sim pode afetar seus resultados. Será que a falta de tempo não se resolve com o melhor gerenciamento dele? Será que você não está focando em muitas atividades operacionais e deixando as atividades estratégicas de lado? Pense bem.

E a falta de dinheiro hein? Será mesmo que é isso que está impedindo seu negócio de prosperar? Ou essa é mais uma desculpa utilizada por você para facilitar as coisas? Pode parecer incrível, mas nos auto-sabotamos mais do que imaginamos ser possível. Afinal, é mais fácil e confortável falar que a falta de dinheiro está impedindo você de sair do lugar do que ir atrás do conhecimento necessário para que se busquem alternativas de baixo investimento que podem trazer resultados confiáveis ao seu negócio. Essa segunda opção dá muito mais trabalho, pode acreditar.

O Marketing Digital é só uma das alternativas possíveis que podem ajudar muito seu negócio a se desenvolver, mas há muitas outras. Cabe a você decidir se vai atrás de fazer acontecer ou vai ficar aí com suas desculpas da falta de tempo e dinheiro até que um dia elas acabarão por engolir seu negócio. Pense nisso.

Gostou do artigo? Compartilhe suas experiências nos comentários.
Compartilhe:
Continue Lendo →

terça-feira, 8 de maio de 2018

Ecommerce: Mobile vs. Desktop

Quando se trata de comércio eletrônico, o mobile está ganhando força. Uma pesquisa recente, realizada pela Federação Nacional de Varejo, nos Estados Unidos, descobriu que quase 57% do tráfego de compras online durante a Black Friday de 2017 veio a partir de telefones móveis.

Enquanto o debate sobre se a compras online vão matar as lojas físicas já está em pauta há um bom tempo, será que o desktop se tornará obsoleto?

Não necessariamente, de acordo com o especialista Andy Wong, sócio da Kurt Salmon Digital – uma empresa de transformação digital com sede em várias partes do mundo. Ele diz que enquanto o tráfego a partir de telefones móveis para sites de comércio eletrônico está crescendo rapidamente, isso não se traduz necessariamente em vendas reais. Muitos de seus clientes veem quase 70% dos seus e-mails sendo abertos no mobile. Mas em termos de conversões reais, o móvel está crescendo muito lentamente.

No celular, um dos maiores obstáculos que o e-commerce enfrenta é o processo de checkout. Muitas vezes, leva muito tempo, e é demasiado longo para os consumidores preencherem suas informações de pagamento e endereço para envio em um telefone móvel.

Varejistas como a Amazon, por exemplo, não têm esse tipo de problema, porque eles são capazes de acessar informações de faturamento salvas, e podem fazer o processo de pagamento mais uniforme no celular e, assim, beneficiar do aumento do tráfego de comércio eletrônico móvel. Um serviço como a Apple Pay, por exemplo, pode agilizar ainda mais o processo de pagamento no celular, o que pode levar a conversões mais elevadas.

Mas quando tudo estiver dito e feito, enquanto os telefones móveis terão um papel cada vez mais crucial no processo de compra, eles não precisam substituir o desktop. Mesmo que a maioria dos clientes nunca comecem a fazer compras no celular, eles ainda vão usar seus smartphones para ler e-mails promocionais, visitar sites, engajar em mídias sociais e ler opiniões.

Como um comerciante experiente, é importante se concentrar em uma estratégia de canais ao invés de escolher uma só plataforma.

E você, tem suas estratégias desktop e mobile bem definidas?

O que acha de criar o seu site responsivo hoje mesmo? Entre em contato conosco e proporcionaremos uma equipe de profissionais altamente competentes, com know-how para criar qualquer site para empresa.
Compartilhe:
Continue Lendo →

segunda-feira, 7 de maio de 2018

5 Erros bobos que empresas cometem no Google Adwords


Se você é uma das muitas empresas (se não todas) que querem enviar tráfego para o seu site, precisa se atentar. Com a quantidade de ruído presente na internet hoje, e cada vez mais campanhas de marketing digital explodindo, colocar sua mensagem na frente do seu público-alvo com anúncios pagos é uma técnica poderosa. Com o Google AdWords, tudo fica mais fácil apresentar sua abordagem.

Infelizmente, porém, só porque é fácil abrir uma conta Adwords não significa que é fácil gerar um retorno positivo sobre o investimento utilizando o serviço.

E se as suas campanhas estão produzindo resultados medíocres, leia os seguintes erros que a maioria das empresas cometem e que vocÊ pode estar cometendo também:

1. Segmentação de palavras-chave muito ampla

Comece suas campanhas no AdWords com grupos de cinco a 10 palavras-chave de cauda longa – de preferência aquelas que você identificou como boas a partir dos dados encontrados em suas contas do Google Analytics ou Google Webmaster Tools. Expanda suas campanhas para as palavras-chave mais abrangentes apenas quando você for capaz de provar um ROI positivo com estas consultas.

2. Colocar muitas palavras-chave em um grupo de anúncios

Em um mundo ideal, você cria uma página única e anúncio de PPC para cada palavra-chave que você quer, de modo que a experiência do seu usuário é seja tão efetiva quanto possível. Mas, desde que ninguém tem tanto tempo, manter grupos de anúncios de apenas cinco a 10 palavras-chave pode ser o ideal para começar, como mencionado acima. Fazer isso irá impedi-lo de forçar muitas palavras não relacionadas e frases para usar os mesmos anúncios e páginas de destino.

3. Envio de tráfego diretamente para a sua página inicial

Cada visitante que você segura através de anúncios PPC deve acabar em uma página de destino que é projetada para ser o mais atraente e envolvente quanto possível com os seus interesses. Se, em vez disso, você simplesmente deixa os visitantes caírem em sua página inicial, você está fazendo com que eles tenham um grande esforço ao encontrar a informação que eles querem, levando a taxas de rejeição mais elevadas, perda de oportunidades de conversão e despesas desnecessárias com anúncios .

4. Não inclui palavras-chave negativas no Google Adwords

Suponha que você tem um site que vende sapatos de grife para mulheres. Dependendo do tipo de estratégia que você usa, a sua campanha de AdWords de “sapatos para mulheres” pode aparecer em frases que variam de “sapatos de grife para mulheres” para “sapatos femininos baratos.”

Uma vez que cada clique custa dinheiro – e uma vez que os visitantes que procuram “sapatos femininos baratos” não são susceptíveis de se transformar em compradores para você – adicione a palavra-chave negativa “-barato” em sua campanha para manter esses retrocessos do à distância.

5. Não mede o ROI

Se você estiver executando campanhas do AdWords sem qualquer mecanismo para determinar quais dos seus cliques pagos estão convertendo em clientes, você está certamente desperdiçando dinheiro em tráfego de má qualidade. Acompanhe as conversões que entram em seu funil de vendas a partir de um clique do AdWords. O acompanhamento de conversões em seu site requer que você defina primeiro o seu funil de vendas e, em seguida, instale um pixel de rastreamento no AdWords ou configure as metas do Google Analytics em seu site.

Gostou do artigo? Compartilhe suas experiências, nos comentários.

Fale conosco, e entenda como podemos te apoiar em suas campanhas.
Compartilhe:
Continue Lendo →

domingo, 6 de maio de 2018

Não desperdice dinheiro no AdWords. Faça a si mesmo estas perguntas primeiro


A maioria dos empresários que usam o AdWords podem obter uma fonte lucrativa de novos clientes. E eles sabem que a maioria dos seus concorrentes estão no AdWords também. É então, eles sentem uma urgência de começar a fazer tudo de uma só vez, e acabam cometendo grandes erros que podem custar muito dinheiro.

Antes de pensar em fazer tudo de uma vez no AdWords para sair na frente da concorrência, considere estas perguntas.

Quais são meus objetivos?

Respire fundo e reflita sobre o que é que você está tentando realizar com o AdWords. Há uma série de objetivos comuns para a sua campanha do AdWords, como/;
  • Geração de leads
  • Receber mais ligações
  • Obter mais pessoas preenchendo um formulário de contato
  • Obter mais consultas e agendamento
  • Branding
  • Recolher dados de palavras-chave para sua estratégia de SEO
  • Testar ofertas e novos mercados
Seja claro sobre seus objetivos.

A minha página de destino está pronta para o tráfego do AdWords?

Não ter uma página de destino dedicado, de alta conversão é um erro enorme. Uma página de destino que segue as melhores práticas pode converter muito mais. Antes de vasculhar o AdWords, certifique-se de que sua página de destino é otimizada para o tráfego de AdWords.

Por que alguém deveria fazer negócios comigo?

Antes de mergulhar de cabeça no AdWords, seja claro sobre por que seus clientes devem comprar de você.

E você, já trabalha o AdWords para o seu negócio? Tem dúvidas sobre a ferramenta? 
Compartilhe:
Continue Lendo →

sábado, 5 de maio de 2018

Quem é o consumidor do futuro?


Hoje, os consumidores podem conseguir o que querem em qualquer lugar online. E para as marcas, não é mais suficiente oferecer algo que as pessoas precisam. É preciso oferecer o que as pessoas querem. Para conseguir isso, é necessário distinguir a sua marca de outras formas, trabalhando a experiência do cliente com programas de fidelidade, conteúdo compartilhável, consistência da marca e uma forte presença de mídia social.

E como estar por dentro das novas tendências?

Adote a mídia social

A mídia social deu às empresas uma riqueza de dados sobre o que os clientes querem com base no que eles compartilham com os seus amigos, familiares e seguidores no Facebook, Twitter e outros canais de mídia social. As empresas podem usar esses dados para entender o que motiva os consumidores a compartilhar.

O objetivo não é apenas oferecer um bom produto

Hoje, os melhores produtos nem sempre são os produtos mais vendidos. Os best-sellers são os que oferecem a melhor experiência para o cliente. Anteriormente, uma boa campanha de marketing era o que impulsionava as vendas. Agora, é a experiência do cliente que faz ou quebra uma compra.

Dê aos clientes uma experiência para compartilhar

Uma experiência compartilhável é quando um cliente é tratado com individualização, mesmo com conteúdos que são feitos para muitas pessoas verem. É ter um sentimento de que a comunicação foi feita para você, e te representa. Os consumidores de hoje estão se afastando de grandes empresas impessoais e abraçando as empresas que fazem um esforço para formar uma conexão pessoal.

Você pode melhorar a experiência dos clientes ouvindo o que eles querem e se mantendo atualizado com as últimas tendências. Crie um modelo de negócio centrado no seu público, e os resultados vão chegar organicamente.
Compartilhe:
Continue Lendo →

sexta-feira, 4 de maio de 2018

Ferramentas indispensáveis para sua estratégia de marketing digital


Embora existam muitas estratégias e oportunidades diferentes no marketing digital, um mercado enorme se abriu para as vendas e ferramentas de marketing. Milhares de empresas criaram ferramentas proprietárias para ajudar seus clientes a agilizar e simplificar o processo de comercialização e venda de seus próprios produtos.

Infelizmente, o resultado é um mercado saturado, onde empresas são forçadas a analisar muito bem qualquer ferramenta antes de decidir adotá-la. Mas a lista de algumas das melhores ferramentas de vendas e marketing que vale a pena considerar neste ano a seguir pode ajudar.

1. Facebook Mentions

Em nossa era da mídia social, quando milhões de mensagens estão sendo enviadas no ciberespaço a cada dia, é importante que as empresas tenham um método adequado para ouvir o que as pessoas estão dizendo sobre elas. O Facebook Mentions é esse método. Com o Mentions, você pode acompanhar frases-chave e nomes de marca em tempo real, para que esteja sempre por dentro do que as pessoas estão dizendo sobre você. Assim, você sabe como ter conversas significativas com as perspectivas de vendas e leads.

2. GrowthList

Se você é um negócio B2B que depende de ter um fluxo consistente de perspectivas de vendas na ponta dos dedos, você pode achar a GrowthList útil. Tida como uma ferramenta de vendas para startups, a GrowthList é muito útil para as pequenas e médias empresas, também. Possui um amplo banco de dados de mais de 5.000 empresas de tecnologia B2B que estão atualmente em fase de crescimento, juntamente com detalhes pertinentes sobre elas. Ligue-a em seu funil de vendas, e comece a utilizar.

3. Reply

A Reply ajuda as empresas a automatizar suas comunicações com as perspectivas que estão no início do funil de vendas sem fazer as coisas parecerem impessoais ou irrelevantes. Se você está enviando uma sequência de e-mails ou à procura de análises em profundidade, a resposta é uma ferramenta versátil que adiciona muito valor para qualquer equipe de vendas.

4. Google Analytics

Se você ainda não começou a usar o Google Analytics, então você está perdendo uma grande oportunidade de entender quem é seu público e como se conectar com seus membros. Desde medir o desempenho do site até rastrear metas de conversão para aprender sobre a demografia do seu mercado-alvo, o Google Analytics é a ferramenta poderosa, que faz tudo.

Como um empresário com aspirações para o crescimento da sua empresa, você não pode se dar ao luxo de desperdiçar seu tempo brincando com ferramentas e recursos que não impulsionam o seu negócio para a frente. Fale conosco, e entenda como encontrar e trabalhar as melhores ferramentas para o seu negócio.
Compartilhe:
Continue Lendo →

quinta-feira, 3 de maio de 2018

Como você analisa sua reputação online?


Quando algo dá errado em suas estratégias online, na maioria dos casos, você pede desculpas (a si mesmo ou ao seu público) e dá início a um novo plano para evitar que isso volte a acontecer. Mas leva tempo reparar o dano feito, e você quer começar a ter feedback positivo de suas tentativas de corrigir o seu erro. Certo?

Durante este processo de “reconstrução”, você deve prestar atenção em algumas métricas para poder monitorar como você está se saindo, e se os ajustes que estão sendo feitos estão surtindo efeito em sua reputação online.

Métricas de conversão

Métricas de conversão são uma parte essencial de qualquer estratégia de reputação online. No geral, você deve muita atenção nas seguintes sete métricas de conversão.
  • Fontes de tráfego
  • Novos ou visitantes únicos
  • Visitantes que voltam
  • Interações por visita
  • Valor por visita
  • Custo por conversão
  • Taxa de rejeição
Você pode facilmente – e convenientemente – monitorar essas métricas de conversão com ferramentas como o Google Analytics.

Métricas de mídia social

Métricas de atividade de mídia social permitem você descobrir como o seu público anda falando sobre você ou sua marca. Essas métricas você consegue usando o Facebook Insights e visitando o analytics de suas contas, como o do Twitter e Instagram.

Métricas de comentários on-line

Se você quiser realmente entender como você é visto on-line, vasculhe sites de como Yelp, Reclame Aqui, TripAdvisor, Foursquare e outros canais. As pessoas estão deixando cinco estrelas ou compartilhando que o seu negócio é impressionante? Ou, elas estão deixando uma estrela e afirmando que nunca mais vão fazer negócios com você? É uma tarefa diária que às vezes pode ser desanimadora ou gratificante, mas é essencial quando se examina a sua

E então, você já experimentou alguma dessas táticas para analisar a sua reputação online? Conte nos comentários suas experiências e estratégias para reverter a situação.
Compartilhe:
Continue Lendo →

quarta-feira, 2 de maio de 2018

Mídia social é uma armadilha quando você não sabe usá-la


Com todo o burburinho sobre mídia social, é fácil as marcas quererem rapidamente participar de tudo e criarem uma estratégias vagas para estar presente nas mídias sociais e atingir seu público. Mas, a chave para o marketing de mídia social está em atingir seu público-alvo onde quer que ele esteja, e não tentar estar em todos os lugares ao mesmo tempo.

Se as pessoas que você está tentando alcançar não estiverem usando o Instagram, mesmo o melhor conteúdo nessa plataforma não vai trazer bons resultados para o seu negócio. Pense na demografia de seus clientes-alvo e pesquise sobre onde eles gastam seu tempo. Você pode até mesmo perguntar a alguns de seus clientes existentes quais plataformas sociais eles são propensos a usar, e onde eles gostariam de se conectar com você.

Claro, você não deve depositar todos os seus esforços de marketing nas mídias sociais, e esperar que elas lhe retornem resultados em receitas altíssimas. Para algumas empresas de pequeno porte, uma campanha de e-mail marketing pode ser uma outra grande estratégia, muitas vezes até mais rentável do que a mídia social. É importante saber onde e quando investir adequadamente.

Vendas? Nem sempre

Dada a popularidade da mídia social, não é nenhuma surpresa que muitos pequenos empresários são vendidos sobre a importância da mídia social para que suas vendas alavanquem. Mas, é preciso convencê-los de que a criação de uma página no Facebook não irá imediatamente dobrar suas oportunidades de vendas. Isso é definir expectativas erradas.

Antes de investir tempo e dinheiro nesses meios de comunicação social, você precisa entender que likes não são vendas. O poder da mídia social é que ela ajuda a criar um relacionamento de lealdade entre a marca e o cliente, fazendo brotar a confiança. Alguns de seus esforços sociais trarão vendas diretas, claro, mas mais do que provavelmente, será um processo gradual para aumentar a sua comunidade e presença de marca.

O marketing de mídia social requer paciência, e não ignorar seus outros pontos de contato com o cliente ao longo do caminho.

Quer saber mais sobre as melhores estratégias de mídia social para a sua marca? Continue acompanhando o blog da Innova. 
Compartilhe:
Continue Lendo →

terça-feira, 1 de maio de 2018

Ferramentas para encontrar palavras-chave de concorrentes


No mundo de hoje, cada vez mais competitivo, é muito importante saber como anda o desempenho dos seus concorrentes nos motores de busca. Uma simples busca no Google irá ajudá-lo a descobrir as palavras-chave de concorrentes.

Com duas ferramentas, você pode ter uma lista das palavras dos seus principais concorrentes. Aqui estão elas:

SEMRush (pago)

O SEMRush é a ferramenta de pesquisa on-line para profissionais de marketing digital. Ele pode ajudar você a descobrir como seus concorrentes estão sendo vistos nos motores de busca. Você pode usar essa ferramenta para identificar as palavras-chave orgânicas e pagas de seus concorrentes.

Aqui estão os passos que você precisa seguir:
  • Vá no SEMRush.com e insira o URL do site do seu concorrente.
  • Filtre os resultados clicando em “Top palavras-chave orgânicas”. Ele vai mostrar a lista de palavras-chave com os seus rankings atuais.
Baixe a lista dessas palavras-chave, filtre as relevantes e use-as para otimizar seu site. Usando o mesmo processo, você também pode baixar as palavras-chave que seus concorrentes estão usando para o marketing pago (Google Adwords).

Ahrefs (paga)

A Ahrefs, assim como o SEMRush, é uma ferramenta online que permite você descobrir as palavras-chave dos concorrentes. Aqui estão os passos que você pode seguir:
  • Entre na Ahrefs.com
  • Navegue até ‘Explorar’
  • Dê Enter no URL do site do seu concorrente.
  • Agora, clique na seção “Palavras-chave orgânicas” e você verá a lista de palavras-chave com os mais recentes rankings, como você pode ver na imagem.
Agora, basta exportar essas palavras-chave e filtrar as melhores palavras-chave para o seu site, e otimizar seu site em conformidade.

Com a combinação destas ferramentas, você pode preparar uma grande lista de palavras-chaves rentáveis. Para mais palavras-chave que as pessoas estão procurando, você também pode usar o Google Keyword Planner. Ele pode ajudar a aumentar a solidez da sua lista.

Caso permanecer quaisquer dúvida, por favor, não hesite em nos contatar!!!
Compartilhe:
Continue Lendo →